REFLEXÕES ACERCA DO 11 DE SETEMBRO COMO AUDIOVISUAL DE ACONTECIMENTO

Marília Régio

Resumo


Este trabalho através do conceito de audiovisual de acontecimento (TIETZMANN; ROSSINI, 2012) visa explorar como os atentados de 11 de Setembro de 2001, nos Estados Unidos, em Nova York, foram utilizados em narrativas audiovisuais. Para elucidar nossa reflexão usaremos alguns documentários, especialmente 102 minutos que mudaram o mundo (2008), de Nicole Rittenmeyer e Seth Skundrick, com captações realizadas tanto por profissionais quanto por amadores. Tentaremos observar imagens que retratem o fato como audiovisual de acontecimento, isto é, em produtos baseados na produção representativa de documentos das práticas ocorrentes de um possível cotidiano, como imagens-testemunho dos atentados. E como resultado, talvez, compreenderemos que a narrativa visa somente às imagens produzidas, sem dar ênfase numa construção linear de fatos, já que a história está marcada em nossa memória.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.