NUANCES DO DESMONTE INSTITUCIONAL DO CINEMA BRASILEIRO PELA POLÍTICA BOLSONARISTA

Ingrid Gabriela Vieira de Moraes, Marcia Oliveira, Leonardo Gomes Esteves

Resumo


A pesquisa analisa e expõe os desdobramentos das políticas adotadas para o setor audiovisual brasileiro ao longo dos três primeiros anos de gestão de Jair Bolsonaro. A partir de informações noticiadas em jornais e plataformas digitais, realiza um levantamento em torno das ações empreendidas no Centro Técnico Audiovisual (CTAv), na Agência Nacional do Cinema (ANCINE) e na Cinemateca Brasileira (CB). Conclui que, em decorrência da postura ideológica conservadora do governo, as instituições da cultura sofreram com medidas arbitrárias que deliberadamente provocaram sua paralisia.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.